Um pouco mais da surfista campeã Gabriela Silveira!

A entrevistada de hoje é uma mulher com jeito de menina que arrasa no surf, uma inspiração para nós mulheres! Vale a pena conferir!

Gabriela Silveira

1. Gabi, se apresenta pra nós:

Gabriela Xavier da Silveira Palma, mais conhecida como Gabriela Silveira. Sou estudante de ciências biológicas e atleta de surf.

2. Como e onde começou sua paixão pelo surf?

Sou curitibana e quando tinha 14 anos vim morar em Natal. O primeiro ano foi bem difícil por estar longe da minha família e amigas. Sempre me perguntava porque Deus tinha me mandado pra Natal e nem imaginava o que ele tinha pra mim. Um ano depois comecei a surfar. No começo foi mais pra ocupar meu tempo, mas desde pequena sempre gostei muito de esporte e sempre fui boa atleta nos esportes que fiz, então não demorou muito tempo pra que eu começasse a evoluir e me apaixonasse pelo surf.

3. Quando foi seu primeiro campeonato e quando você percebeu que o surf passaria de um lazer para algo profissional?

Meu primeiro campeonato foi o JERN'S, jogos escolares do Rio Grande do Norte. No primeiro ano fui participar só por brincadeira, mas acho que ninguém gosta de competir e perder... então comecei a querer evoluir e dois anos depois fui campeã do JERN'S e atleta ouro. Depois do JERN'S comecei a competir outros campeonatos estaduais, nordestinos e brasileiros. Graças a Deus e Glória a Deus por isso. Sempre fui muito determinada e corri atras dos meus objetivos. Fui atras de apoios (Empresários e Empresas) que pudessem me ajudar a competir campeonatos de nível maior e com maior visibilidade e Deus foi abrindo as portas. Comecei a ver que estava ficando sério quando comecei a viver financeiramente (direta e indiretamente do surf).


4. Quais as principais vitórias você já conquistou e quais as próximas competições
que irá participar?


Em 2007 e 2009 fui campeã potiguar, 2008 campeã brasileira universitária e em 2011 e 2012 vice-campeã brasileira universitária. 

5. Existe limite máximo de idade pra competir no esporte?

Não existe limite máximo para competir, pois o 11 vezes campeão mundial (Kelly Slater) tem 40 anos. E muitos campeonatos amadores possuem categorias de idades desde 10 anos de idade até 50 anos. Na verdade é que como o esporte não é muito aintigo ainda não é comum ver pessoas mais idosas praticando, mas acredito que com o passar doa nso isso será mais comum. 


6. Você cursa Biologia na UFRN? Pra o futuro você pretende se dedicar a Biologia ou ao Surf?

Como qualquer atleta, seria um sonho só surfar e me dedicar 100% ao surf mas Deus me deu a oportunidade de estudar em uma faculdade federal, então minha vida é bem dividida e tento conciliar sempre as duas coisas. Já estou próxima de me formar e pretendo fazer outra graduação, sempre conciliando com o esporte.



7. Quais os benefícios que o surf traz para as mulheres? Você está sempre em forma, só o surf é suficiente ou você faz alguma atividade complementar?

O surf não é só um esporte, é um estilo de vida. Acredito que esse seja o maior benefício. O contato com a natureza e a adrenalina são fatores que para quem gosta do esporte torna-se até "viciante". Para a mulher, fisicamente dizendo, não é muito bom pois as vezes pego muito sol (não que não seja bom ficar sempre com um bronzeado) mas a longo prazo pode fazer mal para a saúde e é importante sempre estar passando protetor solar e cuidando da pele; Em relação ao cabelo também estraga um pouco e sempre tem que ficar hidratando e cuidando; Como é um esporte de remada desenvolve muito os membros superiores e acaba ficando com essa parte bem definida. Apesar desses fatores que muitas mulheres não gostam, o surf é um esporte tão bom que vale a pena todos esses sacrifícios. Para complementar eu gosto de malhar e pedalar.



8. Você recentemente casou com um também surfista profissional? Como vocês se conheceram e quando perceberam que tinham uma 'paixão' em comum além do surf?
Gabi e André campeão brasileiro universitário de surf 2012

Casal surfista
O meu marido atualmente trabalha na área que ele se formou que é engenharia civil mas ele já foi atleta profissional (A diferença de você ser ou não ser atleta profissional é a sua filiação a ABRASP) mas apesar de ele não ser mais profissional ele surfa muito bem.

Nós nos conhecemos na praia mas começamos a nossa amizade a partir de nos encontrarmos na igreja. Tínhamos amigos em comum e partir daí corremos alguns campeonatos juntos. Apesar dele ser mais na dele , ser um pouco tímido e eu não, nós temos muitas coisas em comum. Nosso sendo de humor, determinação e principalmente temos uma mesma fé e um mesmo objetivo juntos.

9. Você também é modelo (cada foto linda ai meu Deus!). Quando começou? Você já teve que recusar alguma proposta por ir de encontro aos seus ideais?

Eu faço fotos para o catálogo da Greenish e comecei a fazer fotos como modelo a partir de quando eu fechei o contrato com meu patrocinador. Nunca fiz para outra empresa a não ser a Greenish. É muito bom fazer as fotos pra eles pois eles sempre me deixam bem a vontade. Eu não tiro fotos com casal de namorados (pois eu sei que meu marido não vai gostar). No mais as fotos são bem tranquilas por ser uma surfwear, é mais perfil e life style.




Gabi como modelo

10. Você e seu esposo fazem parte da Bola de Neve, uma igreja que tem uma prancha como pulpito e muitos atletas. Como vocês conheceram e o que significa na sua vida?

Eu conheci a Bola de Neve através de uma amiga que me chamou pra uma célula da igreja. Lá Deus falou grandemente comigo e logo naquele dia eu sabia que Deus tinha um propósito na minha vida. Depois daquele dia ainda aconteceram algumas coisas na minha vida mas a semente do Senhor foi plantada e um tempo depois eu comecei a ir e nunca mais deixei.

O meu marido já é cristão a alguns anos e ele conheceu a Bola através de amigos. Ele gostou muito e acabou ficando lá. Para nós que somos surfistas, é muito legal ter uma igreja com o perfil da Bola. Eu vejo essa igreja como uma estratégia de Deus pra resgatar os jovens estão perdidos no mundo (como eu estava). É bom demais poder louvar a Deus independente do nosso estilo, lovando ao Senhor com nossa vida, atitudes, uma geração que faz a diferença aonde vai.

11. Deixe um recadinho pra nossas leitoras..

Sou grata a Deus por todas as coisas que ele fez e tem feito na minha vida. Transformação de caráter, crescimento espiritual, realização de sonhos, casamento perfeito... enfim, Deus tem um propósito na vida de cada pessoa. Ele te criou! Nós só precisamos nos posicionar diante dele para que ele faça tudo o mais. Da mesma forma que um pai tem prazer em nos abençoar, imagina Deus que foi quem nos criou! Deus é fiel, busque a Ele! Deus te abençoe!


Obrigada Gabi! Muitas bençãos e sucesso pra você! 


Beijos a todas!

Comentários

  1. gloria a Deus pela tua vida gabi!! Que Deus te abençoe grandemente!!
    parabéns por todas as suas conquistas, você merece linda!!
    beijos flor

    ResponderExcluir
  2. Muito legal essa entrevista com a Gabi! Tb sou da Bola de Neve e ela sem dúvida é um exemplo para muitas mulheres! Parabéns Gabi, que Deus continue te iluminando e abençoando! Sucesso!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comente aqui!

Postagens mais visitadas