quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Praticidade X "Burrice"

Boa quinta-feira pra todas nós! :D

Pensei por um instante nas inúmeras praticidades de hoje por conta de algumas situações que tenho vivenciado na minha nova vida de dona de casa. Como alguns sabem, me mudei pra meu AP mês passado e agora me sinto de fato dona de casa. Moramos um ano e meio em um kitnet, uma experiencia interessante mas que prefiro não reviver. Ter uma casa com mais de dois vãos é uma delícia!

3 minutos e um cabelo igual ao da Gisele! O que são três minutos hoje?

Bem... agora eu to me atrevendo a aprender a cozinhar mas se eu pensasse nem precisava porque hoje nós temos no supermercado:
* frango temperado pronta pra assar;
* Carne fatiada pronta pra assar;
* sopa pronta só colocar água quente;
* pipoca de micro-ondas;
* saco de tempero que você só coloca a carne dentro leva ao forno e ta pronta; (forno com acendimento elétrico, prático e rápido)
* Temos suco de caixa;
* batata fatiada pronta pra fritar!
* E milhões de outras coisas (me ajuda a lembrar ai vai!)

E fora marmita, restaurante da esquina, padaria que se você quiser não faz uma refeição em casa. Tudo bem que nesse caso é necessário um certo R$ cash!

Me preocupa os malefícios que conservantes de molho pronto, sopa pronta, carne processada e tantos outros alimentos práticos podem causar a nossa saúde!




É tudo tão prático né! Tão confortável! Quando minhas roupas descosturam eu levo na costureira. Eu não sei pregar nem um botão direito (meninas não se escandalizem com essa verdade). Ou seja, se eu quiser, eu não preciso cozinhar, costurar, lavar roupa, fazer nada. Pagando eu tenho o que preciso.


No nosso carro temos um sensor de estacionamento que quando a ré está engatada o bixo grita se tiver algo atrás do carro! Ótimo!!! Não preciso me esforçar mais tanto pra olhar pra trás do carro. No prédio tem elevador, no mercado esteira rolante! Não preciso nem andar! São inúmeras as praticidades dos tempos atuais... não só no âmbito da casa, no trabalho, na igreja, na escola. A Tecnologia também viabilizou isso. Pagamos as contas pela internet, votamos em urna eletrônica, calculamos no celular!!!

Algumas mães se quer aprendem a cuidar dos filhos, é vó, babá, creche, computador e vídeo game - (ANTES QUE GERE POLÊMICA - NÃO FALO DE MÃES QUE PRECISAM DESSES SERVIÇOS MAS DE MÃES QUE SE ACOMODAM POR ELES EXISTIREM). Dizem que os aviões e veiculos de um modo geral, futuramente nem terão motoristas! Já pensou!

Eu quando era criança tive várias roupinhas que minha mãe fez pra mim: Vestido, terninho, saia, blusa, etc. Ela sabe costurar, tinha uma máquina, e fazia muitas artes. Na minha geração, mesmo com minha mãe tendo essas habilidades, eu não fui atrás de aprender nada. E hoje quando procuro aprender da logo as vezes desanimo.

Na vida corrida de hoje, onde nos enchemos de obrigações, é maravilhoso ter essas praticidades mas ao mesmo tempo eu começo a me sentir "burrinha" porque não sei fazer nada, sem sentir que estou me esforçando, quando preciso e não tenho algo pra me auxiliar. Estamos fazendo alguns conhecimentos morrerem, passando para as máquinas a arte da costura, a habilidade do cálculo, a experiência com os temperos na cozinha!

Sera que viveremos em um onibus espacial andando através de cadeiras flutuantes?

De certa forma há uma preguiça física e psicológica nascendo e crescendo. O que nossas mães e avós sabiam hoje está no domínio de poucos. Eu mal conheço temperos além dos básicos, não exploro a riqueza da natureza, só se fizer um curso de gastronomia, e olhe lá. Ao mesmo tempo, a internet, se pesquisarmos, vamos ver que tem muito conhecimento compartilhado mas convenhamos que nem todo mundo vai buscar a net pra aprender algo.

As relações familiares de ensino e aprendizado diminuíram e eu acho que nosso cérebro não tem sido explorado em suas capacidades por conta dessas praticidades. Estamos emburrecendo!!!

Você concorda, discorda, semcorda? Manisfeste sua opinião!

Beijos, fiquem com Deus!

2 comentários:

  1. Adrilúcia Gonçalvessegunda-feira, 27 agosto, 2012

    Amei o texto. Realmente uma verdade e que você soube colocar muito bem. Hoje as coisas estão mais fáceis se comparadas ao tempo da minha mãe, vó... infelizmente o acesso a essa praticidade custa um pouco alto. Parabéns amiga. Ótima leitura.

    ResponderExcluir
  2. Eu concordo mais que concordo, quando eu era pequena minha mãe me ensinou tudo o que sei, quando eu tinha meus 10 a 11 anos ela me chamava no canto da pia e me falava: - hoje voce vai aprender a fazer carne... hoje voce vai aprender a fazer esse molho... hoje voce vai aprender a cortar frango... gente foram tantas coisas que quando me casei a minha sogra se surpreendeu comigo, pois ela achava que eu não sabia fazer nada, até a costurar minha mãe me ensinou e vou ser sincera sou bem atenciosa e procuro quando quero aprender uma coisa.
    Glorifico a Deus por minha mãe, por tudo que ela fez, gente até cuidar de jardim...Agora estou esperando meu primeiro bebe e quero fazer o que minha mãe fez comigo, quero ensiná-lo(a), pois sei o quanto é importante, sei que é difícil nos dias de hoje, mais posso falar uma coisa? minha mãe tinha 5 filhos e trabalhava o dia todo e mesmo assim ela nos ensinava...

    Sempre é possível quando temos boa vontade.

    beijos vaidosa.

    ResponderExcluir

Comente aqui!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...